Cleide, cadê o leite que estava aqui?

Em mais uma atitude mesquinha, Cleide Coutinho se supera e retira um benefício concedido pelo marido Humberto Coutinho.

Nas imediações das fazendas de HC, sempre havia uma fartura de leite nas redondezas para as famílias circunvizinhas.

Cleide com seu jeito turrão e de poucos amigos, retirou de muitos uma benesse que caracterizava o bom homem de coração encarnado na pessoa de Humberto Coutinho.

Há quem diga que a veia política de HC não deixará frutos, porque nem mesmo a matriarca da família conseguiu manter a aura de liderança e carisma, atributos inerentes de Humberto.

A forma paternal de tratar seus aliados era pública e notória, contrastando com o estilo rude e áspero de Cleide.

Até os aliados mais próximos dizem que não só morreu Humberto Coutinho, mas todo o grupo ficou órfão de pai e agora, de mãe…


Visualizações: 330 vezes | 1 visitas hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estatísticas
  • 1.052.278
Arquivos