Coluna do Hélio Coelho: Seguro para motoqueiros

15 de novembro de 2019 0 Por Jonas Filho

Os hospitais do SUS estão abarrotados de motoqueiros acidentados, ocupando vagas que deveriam ser destinadas a outros doentes da população carente.
Todo mundo sabe e ver motoqueiros irresponsáveis no trânsito, sem dar valor à própria vida e à vida das demais pessoas em volta. Havia o DPVAT, mas este apenas indenizava as vítimas e também fazia a festa dos fraudadores. O atual governo federal acabou com essa farra.
Chega do politicamente correto. Quem compra moto pode não ser rico, mas também não é paupérrimo. Cada motoqueiro deveria arcar com suas responsabilidades. Poderia ser criado um
seguro-saúde anual para cobrir as despesas com tratamento hospitalar do SUS, nos moldes do seguro para carro, porém sem
burocracia e em preços populares que obrigatoriamente deveria ser pago todo ano pelo motoqueiro logo a partir da aquisição do primeiro veículo.
Assim os hospitais do SUS teriam cobertura pelo menos parcial para o tratamento dos acidentados em moto, irresponsáveis ou não. E poderia sobrar verba pública para atendimento aos doentes mais carentes da população.


(Visualizações: 275 vezes | 1 visitas hoje)