Governo em alta, aliados estropiados

Governo em alta, aliados estropiados

Imagine um general entrando no território inimigo após a Vitória. Assim é a entrada de Fábio Gentil no governo em 2021. Entra por cima e elegendo a maioria dos edis na Câmara, emplacando o seu presidente e colocando a oposição no bolso de novo.
Com uma ressalva: existe uma possiblidade muito grande do advogado marido da vice de Adelmo, Tais Coutinho, ocupar uma vaga na Câmara: Daniel Barros. Dono de uma oratória refinada e filho de um político famoso na Baixada Maranhense, o Príncipe vem para fazer tremer as estruturas do plenário Edison Vidigal. Talvez Barros seja a redenção do espólio político dos Coutinho, já que Leo saiu de cena e sua esposa será a companheira de chapa de Adelmo Soares.
Há uma chance do Parlamento sair da normidão ao qual foi exposto neste últimos 4 anos.
Quem viver, verá!


Visualizações: 340 vezes | 1 visitas hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estatísticas
  • 1.032.606
Arquivos