O acordão poderá favorecer o azarão

A grande união entre os maiores grupos políticos de Caxias está  prestes a acontecer. A vaga de vice caberá ao grupo Coutinho que tem como opção  agora a esposa do prefeito de Matões, Cláudia Coutinho. No pacote também,  estaria o apoio de Fábio Gentil à reeleição de Ferdinando Coutinho para a Prefeitura de Matões, quebrando assim um acerto com  o rival Gabriel Tenório, cabo-eleitoral de Zé Gentil nas eleições de 2018 para deputado estadual.Paulinho poderá assumir definitivamente a cadeira de deputado federal em Brasília e para isso, Flávio Dino fará uma mudança no seu secretariado, para acomodar um deputado que pedirá licença para ceder a vaga ao rebento dos Marinho.Articulação perfeita do ponto de vista estratégico, porém como política é uma ciência inexata, há uma possibilidade de fortalecimento de um candidato azarão.A população caxiense pode não digerir bem a tão propalada união, e  assim optar por um candidato que, até então, não tinha a menor chance de disputar o pleito para prefeito. A edilidade governista anda de nariz torcido, e pode ser possível,  que algum componente da atual claque de vereadores, opte por concorrer ao cargo majoritário, na tentativa de perder honrosamente, pelo fato de uma vaga na Câmara estar se tornando a cada dia mais difícil para os vereadores da base.Os desdobramentos são os mais variados, porém não há eleição ganha antes da hora. Como dizem no jargão futebolístico: o jogo só acaba quando termina!


Visualizações: 420 vezes | 1 visitas hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estatísticas
  • 1.044.240
Arquivos