Opinião e Política, com César Sabá: Aqui Jaz um Parlamento.

1 de julho de 2019 0 Por Jonas Filho


Nos países da Europa, os parlamentos, todos eles, são responsáveis por praticamente tudo. A figura do chefe do poder executivo fica em segundo plano. As discussões e deliberações cabem aos parlamentares. Daí porque o sistema de governo é denominado parlamentarismo. No Brasil, apesar do sistema não ser igual à maioria dos países da Europa, os parlamentos também são fundamentais. O Senado, as câmaras e as assembleias têm um poder enorme, desde que não abra mão de exercer o seu papel, coisa que infelizmente aconteceu em Caxias.


A Câmara Municipal tem o poder de reprovar contas, criar CPIs e projetos e até cassar mandato de prefeito, como já aconteceu há alguns anos. É também papel do vereador, um dos mais nobres, por sinal, fiscalizar as ações do executivo e denunciar quando existem irregularidades. Porém, mesmo sabendo disso e diante de tantas demandas em Caxias, nosso parlamento simplesmente abriu mão do direito de legislar. Prova inconteste disso é que praticamente não existe mais sessão às quartas-feiras. Nas que acontecem as segundas, chega a ser impressionante a rapidez com elas acabam. Quando há demora, o que se vê é de deixar incrédulo quem está sentado na galeria. Recentemente, num espetáculo de vassalagem extrema, um edil governista partiu pra cima de outro só porque percebeu que sua defesa do prefeito tava melhor que a dele. Na galeria ninguém entendia nada enquanto, literalmente, o pau cantava na tribuna. Nas sessões, nada de relevante é discutido. Diante da insignificância da nossa câmara, talvez se algum vereador, num lampejo de razão, quisesse fazer algo verdadeiramente relevante para Caxias, um bom projeto seria a decretação da morte do nosso parlamento até janeiro de 2021. Talvez com a renovação, possamos assistir a ressurreição da nossa câmara com as suas funções vitais funcionando porque, infelizmente, essa ta morta.


(Visualizações: 133 vezes | 1 visitas hoje)