Opinião e Política por César Sabá: Desarticulado e inoperante


Dois grandes temas na questão ambiental que foram tratados durante a última campanha eleitoral municipal estão novamente na pauta de discussão na sociedade caxiense: despoluição do riacho Ponte e a construção do aterro sanitário. Estes temas também faziam parte do pacote de promessas na campanha em que logrou êxito o atual prefeito Fábio Gentil. Para os apoiadores de sua candidatura, a realização destas obras não seria tão difícil assim.
A empolgação para a concretização dessas duas importantes ações vinha do fato do prefeito Fábio Gentil ter parceria política, com ninguém menos, que o deputado federal e então ministro do meio ambiente Sarney Filho, apoiado em Caxias pela família do prefeito nas duas últimas eleições (deputado federal – 2014/senador – 2018). Portanto, o homem certo na pasta exata para acabar com a tormenta ambiental caxiense. Junte-se a isso o fato de que durante a campanha, Gentil bradava no horário político no rádio que sabia pegar dinheiro até em organismos internacionais, e ao lado do ministro, prometeu resolver essa situação. Para a população que acreditou nesse discurso era só uma questão de tempo para Caxias se livrar desses dois grandes problemas. Porém, em 2017, já como prefeito e com o apoio inédito de todos os senadores do Maranhão (Lobão, João Alberto e Roberto Rocha) e com os projetos de despoluição do riacho Ponte e de construção do aterro sanitário no gabinete do ministro que ele apoiou, faltando apenas à assinatura para a liberação, o prefeito deixou escapar a oportunidade ímpar que Caxias tinha para alavancar o turismo e gerar empregos, no caso da despoluição do riacho, e também de respirar novos ares com o fim da famigerada fumaça do lixão.
Hoje, dois anos e meio depois, sem Sarney Filho no ministério, e já sem poder contar com os senadores de outrora, e com uma aprovação baixíssima, fica provado que o nosso prefeito é no mínimo desarticulado e inoperante, pois qualquer outro político tendo apoiado um ministro na sua reeleição teria facilmente conseguido emplacar os dois projetos. No caso do nosso prefeito, não emplacou nenhum sequer.


Visualizações: 143 vezes | 1 visitas hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estatísticas
  • 1.046.622
Arquivos