Paulo Marinho, fala que o momento é de evitar confrontos.

O ex-prefeito de Caxias e ex-deputado federal Paulo Marinho afirmou hoje em palestra realizada em Caxias que o Maranhão que depende umbilicalmente de repasses da União para sobreviver economicamente e que produz apenas 17 por cento do que consome não pode nem deve entrar em “estado” de confrontos com o Governo Federal.

Marinho pregou a sensatez e a compreensão como forma de evitar prejuízos a população que segundo ele não pode ser penalizada pela guerra política em andamento. “As visões ideológicas que confrontam o governador Flávio Dino com o presidente Jair Bolsonaro oriundos e pregadores de ideologias que não convergem não pode ser instrumento capaz de ampliar desigualdades e impedir o crescimento de um Estado que depende umbilicalmente de investimentos federais para encontrar seu destino de crescimento e prosperidade” afirmou Paulo Marinho.


Visualizações: 117 vezes | 1 visitas hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estatísticas
  • 1.044.245
Arquivos