Só não sou candidato se eu morrer”

13 de junho de 2020 0 Por Jonas Filho

Essa foi a frase do ex-prefeito de Codó, Ricardo Archer. Após várias tentativas de união entre o chamado Grupão, Archer decidiu seguir carreira solo. Ricardo foi gestor da terra do Catimbó por 8 anos e tentou por 2 vezes emplacar o rebento como deputado federal, porém sem sucesso. Ricardo tem ainda um bom capital eleitoral em Codó e sua participação no pleito pode ser decisiva para qualquer grupo que ele compor. A decisão do ex-prefeito em disputar a eleição em 2020 pode mudar totalmente o panorama e os rumos do pleito este ano.
Agora é esperar e ver, se Codó quer melhorar a sua imagem ou voltar a ser a terra dos URUBUS.
Quem viver, verá!


(Visualizações: 306 vezes | 1 visitas hoje)